sábado, 31 de maio de 2014

Sugestões de vídeos

Vídeo para anos iniciais, alfabetização.

video



Para crianças- este vídeo é adequado para trabalhar com alunos surdos, não tem diálogo. Sensibilização para as letras do alfabeto. É uma aventura feita por Lucas F. Pereira, 12 anos está postado no endereço abaixo. (Alphabetic adventure_0002)
http://www.youtube.com/watch?v=DTWIHubEC50


video


Para crianças - vídeo adequado para alunos surdos, pouco diálogo e prende a atenção. Pocoyo e a chave mestra. Diversos temas: chave, tesouro, oceano, desperta a curiosidade. Pode ser encontrado em:

http://www.youtube.com/watch?v=kiG4e0zb-XI

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Sala Ambiente de Artes para alunos surdos

Sala Ambiente para o aluno surdo


Esta postagem disponibiliza a minha Dissertação do Mestrado Profissional em Ensino de Ciências da Saúde e do Ambiente, apresentada em 2013 e tendo como Orientadora a Dra. Edna Ribeiro dos Santos, sob o título: Sala Ambiente de Artes para alunos surdos - uma proposta de inclusão e sustentabilidade.
Esta pesquisa é o resultado da minha busca em melhorar meu atendimento aos alunos surdos e repensar minha prática pedagógica, observando que atualmente as questões socioambientais são indispensáveis para propiciar uma consciência mais crítica frente aos acontecimentos da atualidade. Com experiência desde 1992 em Arte Educação para o Ensino de Surdos, e nos últimos três anos lecionando para crianças surdas com deficiências de natureza física, intelectual, mental e sensorial, percebo a necessidade de um espaço mais adequado para lecionar. Porque assim como o processo pedagógico, o espaço físico precisa acompanhar estas mudanças na busca de uma ambiente mais sustentável, que favoreçam o desenvolvimento integral deste aluno. Para tanto, o presente estudo além de apresentar uma Arte Educação que busque a sustentabilidade, vem propor uma Sala de Arte que propicie a inclusão e acessibilidade deste aluno num espaço apropriado para a criação artística, contribuindo para o desenvolvimento de valores socioambientais e de sua autonomia. A abordagem metodológica da pesquisa é de cunho bibliográfico e qualitativo assegurando a subjetividade dos envolvidos e seu contexto histórico. O produto desta dissertação corresponde à proposta da sala de arte para alunos surdos, com ênfase na inclusão e sustentabilidade com vistas a uma educação que propicie a criatividade e a expressão da subjetividade destes alunos surdos, e que é apresentada na forma de uma Cartilha Eletrônica. Veja esta dissertação no endereço abaixo:

 https://drive.google.com/file/d/0Bz0tD6E3pN_PUjlrWXdCOTl0Tkk/edit?usp=sharing



 



Assessoria Sento Sé (2013)

Assessoria Sento Sé

Assessoria técnica realizada em 2013 em Sento Sé (Bahia). Os tópicos apresentados foram: 
1-Linguagem e Língua (expressões: corporal, plástica, escrita e oral) - o primeiro aspecto sobre o trabalho com surdo é a relevância do corpo como expressão e a conscientização das mãos para a aquisição da Língua de Sinais. Deve-se considerar o valor do desenho por apresentar ao professor o pensamento deste aluno. 
2- A importância da aprendizagem artística para o desenvolvimento integral de qualquer aluno, que de acordo com:

Eça (2010) defende que a Arte e a Educação através da Arte têm um papel relevante na construção de um ambiente e futuro sustentável porque “promovem a criatividade, inovação e pensamento crítico, capacidades fundamentais para uma cultura emancipadora, de igualdade e responsabilidade social”. (p.13) Para tanto, é pertinente repensar a educação através da arte nestes tempos atuais de inclusão para que estes alunos surdos possam ter os seus direitos respeitados quanto a uma educação de qualidade. 

EÇA, Teresa Torres Pereira. Educação através da Arte para um futuro sustentável, Campinas: Cad. Cedes, vol.30, n. 80, p.13-25, jan./abr. 2010. Disponível em < http://www.cedes.unicamp.br>. Acesso em: 20 dez. 2012.

 4- Um pequeno histórico sobre a arte educação para alunos surdos e a relevância de um ambiente adequado para o seu ensino, como citação abaixo:

"Vivemos um tempo de transformação de referências curriculares, que indicam que não cabe ao aluno se adaptar à escola (...); a escola é que deve se reconstruir para atender a toda a sua comunidade (...). Portanto, são necessárias as adaptações nos espaços e nos recursos e principalmente uma mudança de atitude, que já reflitam a concepção de desenho universal, não só na estrutura física das escolas, como também no desenvolvimento das práticas de ensino e aprendizagem e nas relações humanas".


Retirado do site do MEC (16/05/14 às 9.45h): http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=112:como-esta-sendo-feita-a-inclusao-de-alunos-com-deficiencia-que-nunca-tiveram-contato-com-as-classes-regulares-e-necessario-algum-tipo-de-adaptacao-&catid=125&Itemid=230


Abaixo alguns exemplos de atividades realizadas, criação com a Língua de Sinais, símbolos e representação cultural.
Sento Sé
Atividade plástica



Representação do Velho Chico